quinta-feira, 30 de abril de 2009

LARANJA DA TERRA REGISTRA SETE CASOS DE DENGUE E PREFEITURA ALERTA A POPULAÇÃO

A dengue chegou em Laranja da Terra. Segundo o responsável pela coordenação de combate e controle do mosquito , Daniel Schreiber, já são sete casos confirmados de dengue no município, ao mesmo tempo em que dezenove pessoas apresentam os sintomas da doença.

A dengue é uma doença infecciosa febril aguda causada por um vírus e é transmitida através do mosquito
Aedes aegypti,. Atualmente, a dengue é considerada um dos principais problemas de saúde pública de todo o mundo. Para evitar que a doença se espalhe em Laranja da Terra, a Prefeitura Municipal tem alertado a população para tomar as devidas precauções. Afinal, o combate á dengue deve começar dentro de cassa, com as seguintes medidas:
1-Evitar água parada.
2-Sempre que possível, esvaziar e escovar as paredes internas de recipientes que acumulam água.
3-Manter totalmente fechadas cisternas, caixas d'água e reservatórios provisórios tais como tambores e barris.
4-Furar pneus e guardá-los em locais protegidos das chuvas.
5-Guardar latas e garrafas emborcadas para não reter água.
6-Limpar periodicamente, calhas de telhados, marquises e rebaixos de banheiros e cozinhas, não permitindo o acúmulo de água.
7-Jogar quinzenalmente desinfetante nos ralos externos das edificações e nos internos pouco utilizados.
8-Drenar terrenos onde ocorra formação de poças.
9-Não acumular latas, pneus e garrafas.
10-Encher com areia ou pó de pedra poços desativados ou depressões de terreno.
11-Manter fossas sépticas em perfeito estado de conservação e funcionamento.
12-Colocar peixes barrigudinhos em charcos, lagoa ou água que não possa ser drenada.
13-Não despejar lixo em valas, valetas, margens de córregos e riachos, mantendo-os desobstruídos.
14-Manter permanentemente secos, subsolos e garagens.
15-Não cultivar plantas aquáticas.

Anote uma receita caseira de combate ao mosquito da dengue, baratíssima, simples e com eficiência comprovada cientificamente

A população de todo o Brasil pode ajudar nos trabalhos realizados pelas secretarias de saúde de combate ao mosquito transmissor da dengue. A receita é prática e simples e não envolve uso de venenos ou inseticidas perigosos à saúde humana ou dos animais. A proliferação do mosquito da espécie Aedes aegypti, que transmite a doença, pode ser combatida colocando-se borra de café nos pratinhos de coleta de água dos vasos, nos pratos dos xaxins, entre as folhas das plantas que acumulam água, como as bromélias e nos locais da casa em que a água se acumula e fica parada, como ralos. O único trabalho que você terá é colocar aquele pó úmido que resta depois do café ser coado.
A descoberta que revelou que a borra de café combate com eficiência o Aedes aegypti é da cientista e bióloga Alessandra Laranja. Ela é pesquisadora do Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas da Universidade Estadual de São Paulo (Unesp), campus de São José do Rio Preto. Os testes realizados em laboratório comprovaram que a borra de café - que fica depositada no coador, é uma arma muito eficiente contra o mosquito transmissor da dengue. A borra depositada nos pratinhos e reservas de água de plantas impede que o mosquito transmissor da dengue ponha seus ovos.
Se o Aedes aegypti já tiver desovado, mesmo assim, a borra de café consegue impedir que os ovos se desenvolvam em larvas. Em seu estudo, a bióloga mostrou que a cafeína da borra de café altera as enzimas chamadas esterases, responsáveis por processos fisiológicos fundamentais como o metabolismo hormonal e da reprodução do Aedes aegypti. Anote agora a receita caseira para combater o mosquito da dengue com borra de café:

1) Para fazer a solução que pode ser aplicada em pratos, plantas ou até mesmo jardins e hortas que acumulem água você vai precisar de 2 colheres das de sopa de borra de café misturadas em meio copo de água. Depois de pronto você já pode começar a aplicar o conteúdo. Se precisar de mais, faça sempre na proporção indicada, ou seja, 2 colheres de borra de café para cada meio copo de água.
2) Outra receita com a borra de café é usá-la diretamente nos vasos, sem a diluição em água. Desta maneira você estará também adubando de forma ecológica as plantas. A diluição da borra de café vai acontecer naturalmente, na medida em que a planta for regada.
3) Não se esqueça que a borra de café pode ser aplicada também em outros locais da casa que acumulem água como, por exemplo, nos ralos e até mesmo na terra do jardim ou poças que se formam com a água da chuva.
4) E lembre-se, ajude o Brasil na luta contra a dengue. Faça propaganda boca-a-boca, informe seus amigos e familiares, dissemine esta receita que é barata, simples e acessível. Além de saborear o bom e velho "cafezinho" brasileiro, você poderá contribuir com a melhoria do seu meio ambiente e da saúde pública.


(Fonte: Jornal do Commercio - http://www.jornaldocommercio.com.br/ eBoletim Raízes da Terra http://www.cesamep.cjb.net/ )